Image Map

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

"A verdade sobre o caso Harry Quebert", Joël Dicker


Autor(a): Joël Dicker
ISBN: 9788580575118
Páginas: 576
Editora: Intrínseca


► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Numa cidade pacata, acontece um assassinato de uma jovem de 15 anos e a culpa recai sobre seu amigo e amante Harry Quebert, escritor famoso de Nova York. Ele escrevera um livro sobre sua paixão por essa garota, chamada Nola, que o deixou bastante famoso em todo o Estados Unidos.

Porém, seu único amigo e ex-aluno, Marcus Goldman, um escritor de best-seller - que atualmente vive um bloqueio criativo e precisa lidar com prazos para a entrega de um novo livro -, se refugia nessa pacata cidade para escrever e ajudar a provar a inocência do Harry. Ele não acreditava nas provas que haviam contra seu amigo, imaginava que foram plantadas para incriminá-lo, e descobre uma forma bastante plausível de questionar isso: escrevendo um livro sobre o caso.

Essa investigação irá mexer com muitas feridas da população, inclusive pessoas consideradas importantes na cidade, e isso rende a Marcus algumas ameaças de morte, mas o mesmo não desiste e consegue informações valiosas para a resolução do caso, após 33 anos do acontecimento do fato e da publicação do livro.

A cada pista nova que aparece, cada novo personagem apresentado é, de alguma forma, visto como culpado. Eles estão interligados de alguma forma ao assassinato dessa jovem encantadora com uma história de vida tão cheia de quebra-cabeças que foi Nola. Seria mesmo Harry o culpado? Talvez seus pais? Talvez alguém do restaurante em que ela trabalhava? Ou o cara mais rico da cidade? Quem sabe?

Com um final surpreendente, você não consegue largar o livro que tem quase 600 páginas (porque sou dessas que tem problemas com livros grandes), e quanto mais a leitura avança, menos se percebe como as coisas irão se resolver até que de fato é mostrado e começam a fazer sentido. Além disso é uma leitura super fácil e rápida, o autor cria personagens que se encaixam bem e não senti que ficou buracos no enredo. Ainda sim, o livro poderia ser um pouco menor, mesmo que as coisas na última parte se resolvam rápido demais, mas não é de fato um problema.

 

0 Comments:

Postar um comentário