Image Map

sexta-feira, 18 de novembro de 2016

"O Feiticeiro de Terramar", Ursula K. Le Guin


Autor(a): Ursula K. Le Guin
ISBN: 9788580415216
Páginas: 176
Editora: Arqueiro


► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Como um grande mago se torna quem ele é? Quais percursos ele caminhou que o tornou tão grande? As Gestas de Ged são narrativas que contam as aventuras daquele que se tornou o Senhor dos Dragões e Arquimago. Mas a autora apenas nos dá esse gostinho de quem ele se tornou, e nos leva ao passado do mago, um pouco antes de tudo começar e onde tudo começou.

De uma forma superficial e ao mesmo tempo profunda, Ursula k. Le Guin nos apresenta um continente formado por diversas ilhas e povoado por humanos e criaturas mágicas.

Com uma narrativa envolvente, me pareceu estar escutando um sábio zen me contar sobre como um homem comum caminha em busca de si mesmo. O desejo do Ged de conhecer cada vez mais o nome das coisas, entrelaçado com as consequências desse domínio, foi o que tornou o livro grande para mim.

"Quando você conhecer todas as partes da quatro-folhas em todas as estações, raiz, folha e flor, ao vê-la e pelo aroma e a semente, então poderá aprender seu verdadeiro nome, conhecendo seu ser: o que é mais que seu uso. Qual é o seu uso, afinal? E o meu? O monte de Gont é útil? E o mar Aberto?" (pg. 26)

Toda a magia desse universo criado pela Ursula se dá através de conhecer o verdadeiro nome das coisas. Com isso, cada magia, por menor que seja, altera todo o equilíbrio das coisas - o que me fez pensar nas consequências de nossos atos; de como um pequeno gesto banal pode reverberar e chegar no outro com uma intenção completamente dispare. E, ainda, me dá uma ideia de integração, tanto homem-homem quanto homem-natureza.

Todo esse desdobrar do mundo de Terramar nos é apresentado através do desejo de Ged de conhecer as coisas e de seu confronto com um inimigo - que o levará mar e terra a fora e, principalmente, para dentro de si.

Terminei a leitura com uma satisfação tremenda. O desfecho, com o decorrer dos acontecimentos, foi esperado, mas mesmo assim, não decepcionou. Dá vontade de reler e captar nuances que, por ventura, me passaram desapercebidas. O livro se fecha em si, mas nos dá um gostinho de continuar se aventurando com o mago. E agora, o que me resta, é esperar pelo próximo volume.


0 Comments:

Postar um comentário