Image Map

segunda-feira, 4 de janeiro de 2016

'A Colina Escarlate" - Nancy Holder

Autor(a): Nancy Holder
Páginas: 308
Editora: Record


► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Entre os séculos XIX e XX, nos Estados Unidos, uma bela moça chamada Edith considera-se bastante diferente do padrão das moças de sua época. Órfã de mãe, que morreu quando a moça era muito pequena, ela relata ter visto o fantasma dela pouco tempo depois do enterro. Um “dom” que vai ajudá-la a se salvar anos depois...

Não sendo adepta ao romance, resolve não se envolver com ninguém, escrever seu livro e administrar a renda que herdara do seu pai, quando o mesmo viesse a falecer. Mas tudo muda após conhecer Thomas, um rapaz misterioso que aparece de repente em sua cidade.

Após alguns fatos, casam-se e mudam-se para a Colina Escarlate, onde seu marido morava, a contragosto de um amigo de infância que era apaixonado por ela. A colina é um lugar digno de filme de terror; aqueles lugares em que tudo dá medo, tudo mesmo. Lá conhecemos Lucille, a irmã de Thomas, que também parece que sugou todo o ar do local – e é digna de um romance de Bram Stoker.

A partir daí, a história realmente começa a se desenrolar. A autora dá ao romance um tom de terror, em que só na segunda metade do livro percebemos o quanto o ser humano pode ser de fato maldoso e acabar com a vida de outras pessoas apenas por maldade e fazer o sentimento de ódio perpassar por gerações e acabar com vidas por vingança; e como o amor (se pode ser chamado de amor), nessas pessoas tendem a ser muito maligno.

A mansão é um personagem a parte e parece ser deveras bonita, com personalidade própria e típica da época medieval: aqueles castelos que têm vários quartos, lugares que ninguém ousa imaginar que existam e muitos segredos guardados ao longo de gerações. Nesta mansão em particular também encontramos muita maldade, sangue e morte.

É uma leitura muito fluida, o que me deixou com a sensação que tudo aconteceu muito rápido, não rápido o suficiente pra deixar espaços em branco, mas, ainda assim, sentindo que faltava alguma coisa. Ainda não vi o filme e não sei o quanto o mesmo de fato irá me ajudar a personificar os personagens (incluindo a casa), apesar da capa já dar uma ideia; mas gosto bastante de livros neste estilo, com um pouco de terror e maldade, ou seja, pra mim foi uma grata surpresa até porque fazia um tempo que queria ver o filme.


0 Comments:

Postar um comentário