Image Map

segunda-feira, 16 de novembro de 2015

"A Rainha da Neve", Michael Cunningham

Autor(a): Michael Cunningham
Páginas: 252
ISBN: 9788528620313
Editora:  Bertrand Brasil

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Existem alguns livros que são capazes de mexer com o seu emocional de maneira tão poderosa e, ainda assim, ao se terminar a leitura, é difícil encontrar as palavras certas, os sentimentos mais fiéis, para se explicar o motivo de um envolvimento tão forte. Minha primeira experiência com o autor Michael Cunningham foi assim. Mais de uma semana após ter finalizado a leitura de seu livro, ainda não consigo dizer da maneira que sinto necessária, todas as emoções que A Rainha da Neve me fez sentir.

Os personagens principais do livro são Barret e seu irmão, Tyler. O primeiro, formado em Yale, trabalho em uma loja e não realizou na vida nada do que se era esperado dele. Ele é gay e acredita que não tem sorte no amor. Já seu irmão é um músico frustrado, viciado em cocaína e anda tentando compor uma canção para sua namorada, Beth, que está com câncer.

Mais do que a história, o que me impressiona no livro é como a escrita do autor consegue ser única e te trazer reflexões acerca de diversos temas, sem deixar de ser engraçada em alguns momentos. As vidas dos personagens não são as mais fáceis, as escolhas que eles fazem nem sempre são as melhores. O teor psicológico do livro é bastante forte e, de um jeito muito peculiar, profundo.

É uma história real, de pessoas comuns, com sonhos e experiências que não são excepcionais e exatamente por isso a experiência é especial.

O autor nos mostra como a vida é inconstante, como tudo muda em apenas um segundo. Como a vida é efêmera, e por isso mesmo especial. Nos mostra que dores são parte da trajetória na Terra. E que histórias comuns, aparentemente simples, podem ser extremamente especiais.



0 Comments:

Postar um comentário