Image Map

sábado, 10 de outubro de 2015

"O vírus das Tulipas Vermelhas", Daniëlle Hermans

Autor(a): Daniëlle Hermans
Páginas: 308
ISBN: 9788501087478
Editora: Record

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Ao pegar este livro para ler imaginei que seria um thriller eletrizante. Apesar de não ter sido exatamente isso que encontrei, não posso deixar de dizer que a leitura de O Vírus das Tulipas Vermelhas foi bastante agradável.

Frank Schoeller é encontrado por seu sobrinho Alec a beira da morte, e logo antes de morrer dá ao jovem um livro e pede para ele tomar conta daquele objeto. É a partir daí que Alec se vê envolvido em uma trama de séculos, tentando descobrir quem é o assassino do tio e salvar a sua vida ao mesmo tempo.

O livro, além de mostrar a história de Alec, nos dá relatos do passado e pouco a pouco vamos entendendo a relação entre os acontecimentos de dois séculos diferentes. Também temos um pouco da visão dos investigadores do caso.

A narrativa da autora é bastante fluida e agradável. Você se vê querendo entender o que aconteceu e as motivações de cada um. E é aí onde meus problemas com o livro começam. Apesar da narrativa interessante, que nos apresenta a história da origem das tulipas de maneira clara e fácil para quem não tem grandes conhecimentos de botânica, os criminosos são pouco explorados e tudo acaba bastante simplista pela forma como as motivações são apresentadas. Além disso o final parece desenvolvido de maneira rápida demais.

Outro ponto que não me agradou muito na história é um triângulo amoroso entre o protagonista, Alec e seus amigos de longa data, Damian e Emma. A história deles é contada, o leitor até chega a se envolver com o drama, mas no fim não faz grande diferença pra narrativa geral e tudo é resolvido de maneira muito simplista. 

Alguns dos personagens secundários também poderiam ter um desenvolvimento melhor, como o investigador da Scotland Yard. Ele é apresentado e se cria uma expectativa muito grande com relação a ele, mas mais uma vez isso não é suprido.

Apesar das críticas de desenvolvimento, a leitura é agradável e prende o leitor. A autora definitivamente tem uma mente criativa e trabalha com temas bastante interessantes. Acredito que as falhas de desenvolvimento vem do fato de ser seu primeiro romance. Imagino que os próximos serão mais bem trabalhados. Talento com certeza ela tem.


0 Comments:

Postar um comentário