Image Map

sexta-feira, 5 de setembro de 2014

"Os segredos de Colin Bridgerton", Julia Quinn

Título original: Romancing Mister Bridgerton
Autor(a): Julia Quinn
Páginas: 336
ISBN: 9788580413076 
Editora: Arqueiro 

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Penelope Featherington está acostumada a não ser notada. Dentre suas quatro irmãs, sempre foi considerada a menos promissora e as escolhas da mãe, quando se tratava dela, não ajudavam muito. Para sua sorte, tinha na família Bridgerton amigos como Eloise e Colin, por quem nutre um amor não correspondido. Ela estava acostumada com a ideia de ser uma solteirona até, por acidente, descobrir um segredo de Colin, o que os aproxima ainda mais. Quando ele também descobre um segredo ainda mais terrível de Penelope, o Bridgerton começa a enxergá-la de uma forma bem diferente da amizade divertida e tranquila que dividiam até então.

Minha impaciência por ler esse livro é que o Colin, desde "O duque e eu", me chamava a atenção por ser o mais brincalhão e o que mais aprontava com os irmãos. No terceiro volume da série, Um perfeito cavalheiro, a autora já deu uma dica de que esse amor não desejado pelo Colin ia mexer com suas estruturas. E olha que ela fez o que prometeu.

Gostei bastante de como a autora desenvolveu a personalidade dele. Inicialmente, fiquei com medo do Colin ter questionamentos que não combinavam com sua postura, mas tudo que acontece no livro, tem sim, coerência. Ele é de longe dos três homens Bridgertons o que menos teve receio em admitir que gostava de verdade da pretendente e o que viu menos problemas em manter o relacionamento.

Um dos pontos mais legais é que o livro é bem engraçado se comparado aos três anteriores. Como Colin e Penelope são muito inteligentes e perspicazes, além de serem bons amigos, quase todo diálogo deles tem momentos cômicos e comentários espirituosos. A tensão do relacionamento fica realmente por conta dos segredos de ambos e a atração que sentem um pelo outro.

A forma que a Julia Quinn gosta de mostrar a relação dos membros da família Bridgerton é uma das coisas que mais me agradam na série. Eles são engraçados e, mesmo não querendo, sempre demonstram como se amam. Neste livro em específico, além do Colin, ficamos sabendo mais da Eloise e da Hyancith. Embora o momento mais legal entre irmãos tenha rolado com a participação da Daphne, o que achei maravilhoso, pois em "O duque e eu" a autora comenta que os dois são bem próximos.

Os Bridgertons são um exemplo de união familiar, já a família da Penelope nem chega perto. Embora se amem, é muito claro que nunca levam em conta a sua opinião e constantemente abusam da boa vontade dela. Não a enxergam, nem dão seu devido valor a uma pessoa bem humorada e inteligente. Teve uma cena em particular que mostrou o quanto a família não esperava grandes acontecimentos vindo dela. Se a autora queria que acolhêssemos a Penelope com uma amiga querida que sempre queremos proteger, conseguiu. Pelo menos funcionou comigo.

Nem sei se preciso falar isso, mas eu realmente adorei o livro. Gosto desse tipo de romance e as personagens femininas da Julia Quinn sempre me agradam imensamente, assim como o desenvolvimento dos relacionamentos amorosos. Sua narrativa também é gostosa de ler e tornam seus livros difíceis de largar. Que tal dar uma chance a série?

0 Comments:

Postar um comentário