Image Map

terça-feira, 1 de julho de 2014

"Cante para eu dormir", Angela Morrison

Autor(a): Angela Morrison
Páginas: 364
ISBN: 9788561784133 
Editora: Pandorga 

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Beth é um garota que sofre bullying por conta da sua aparência e que só se sente bem na companhia da mãe e do melhor amigo. Apesar de passar por momentos difíceis, ela participa de um coral, pois tem paixão pela música. Quando torna-se solista do coral, muita coisa muda na sua vida. É neste período que ela conhece Derek, que tem o mesmo amor e dedicação pela música, o que os aproxima ainda mais. Conforme Beth vai se apaixonando e conhecendo melhor Derek, começa a perceber que existe alguma coisa errada e saber desse segredo é o começo de um caminho doloroso que Beth vai ter que percorrer.

Eu tenho uma queda inexplicável por livros que vão me fazer chorar. Acho que sou um clichê ambulante e tenho a tendência enorme para o melodrama. "Cante para eu dormir" é assim, cheio de drama. Mas nem tudo saiu como eu imaginava e não estou falando só dos acontecimentos.

A Beth, de início, foi o tipo de personagem que você torce e fica feliz quando as coisas dão certo e ela consegue o que quer. Depois de certa reviravolta, isso mudou e eu não achei que foi para a melhor. Derek é bonito, simpático, talentoso e louco por música. Ele enxerga em Beth uma tonelada de coisas boas e deixa a autoestima dela elevada e tinha tudo para que a união dos dois fosse muito boa de acompanhar. Acontece que não teve a química que prometia e o desenrolar do relacionamento deles não foi construído de forma a torcermos pelos dois ou até mesmo sentir maior empatia pelo sofrimento deles. Certo, o que eles passam é realmente ruim e não tem como não sentir pena e não chorar, mas eu senti que faltava alguma coisa para me deixar mais envolvida com o enredo.

Acho que isso se deu por causa das mudanças pelas quais a Beth passou: de uma garota nerd, desengonçada e que sofre bullying, mas que tem um enorme amor (e talento) para a música, para uma garota que não enxerga nada além do namorado. Ela se comporta como se o Derek fosse a única pessoa que a vê como ela realmente é, o que não é verdade, já que o Scott sempre a apoiou e foi verdadeiro, mesmo quando ela não estava com essa "bola toda". Pareço revoltada, não é? É porque eu fiquei mesmo! Tenho problemas sérios com quem esquece da vida e de quem é porque tem um namorado. Só concordo com as atitudes dela mais para o final, porque ali eram totalmente cabíveis e ela fez exatamente o que deveria ser feito.

É um livro de leitura rápida e a narrativa da autora é boa. Gostei de acompanhar o concurso de coral e das referências aos corais que existem de verdade. Achei que a história evoluiu bem e deu seu recado. Pena que os dois personagens principais não tenham me convencido.

0 Comments:

Postar um comentário