Image Map

segunda-feira, 16 de junho de 2014

"O Teorema Katherine", John Green

Título original: An Abundance of Katherines
Autor(a): John Green
Páginas: 304
ISBN: 9788580573152 
Editora: Intrínseca 

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •

Colin é um gênio, bem, na verdade é um menino prodígio, muito inteligente, adora fazer anagramas, e tem algo recorrente em sua vida: ele já namorou 19 garotas chamadas Katherine, e todas elas terminaram com ele. Agora, depois de ser dispensado pela número dezenove, Hassan, melhor amigo de Colin, resolve sair com ele para uma viagem de carro. Que a estrada os levem para qualquer lugar, e deixe a dor do garoto para trás.

Minha leitura começou sem que eu esperasse nada do enredo. Eu não tinha a menor ideia do que a estrada iria trazer ao Colin e ao Hassan, só sabia da tentativa do Colin de criar um teorema sobre namoros, relacionando terminantes e terminados, mas o que isso teria a ver com uma viagem de carro, eu não fazia a menor ideia. Só posso dizer que John Green me surpreendeu muito (novamente, mas desta vez um pouco mais) com sua escrita simples e despretensiosa, mas ao mesmo tempo profunda.

O término do namoro e o teorema servem de combustível para a viagem dos personagens para dentro de si mesmos. A dor de um rompimento; o desejo de concretizar algo a muito almejado por uma imagem de si que ele não poderia/conseguia largar; imagens e papeis à desempenhar (projetados por quem?).

O livro tratará sobre a autodescoberta dos personagens, e a dificuldade da mesma, de como é se deparar com você mesmo, com seus verdadeiros sentimentos em relação às máscaras que estão sendo usadas, e da sensação de ter consciência do uso destas e da possibilidade de tirá-las ou não.

Os três livros que li do autor até o momento foram leituras ímpares, mas esse foi o mais singular deles por, para mim, ser o mais introspectivo dele. John Green saiu mais das histórias que conectam os personagens, para focar na visão crítica que eles têm sobre tudo que está acontecendo. E no meio de toda essa introspecção, não faltou o bom humor, próprio dos personagens do autor: as tiradas de Hassan, os pensamentos aleatórios de Colin, e suas notas de rodapés. Sem sombras de dúvidas, O Teorema Katherine se tornou meu livro preferido do autor. Até agora...

0 Comments:

Postar um comentário