Image Map

segunda-feira, 12 de maio de 2014

"Boneca de Ossos", Holly Black

Título original: Doll Bones
Autor(a): Holly Black
Páginas: 224
ISBN: 9788581633916 
Editora: #Irado 

► ADICIONE À SUA ESTANTE ◄
skoob

• • •
Poppy, Alice e Zach são amigos, e adoram criar histórias para os seus bonecos. Todos os brinquedos têm uma história construída num mundo maior, todos pertencendo ao mesmo universo, todos governados pela Grande Rainha: uma boneca de porcelana, da mãe da Poppy, feita de pó de ossos, que fica dentro de uma cristaleira.

Com 12 anos, Zach já está muito grande para brincar de boneco, pensa seu pai, querendo que ele pare de brincar e passe a jogar basquete com os outros meninos. Obrigado a deixar o mundo de faz-de-conta criado por ele e seus amigos, Zach diz para as meninas que já está muito grande para a brincadeira.

Poppy, no meio disso, sonha com um fantasma, que só terá descanso quando a boneca da Rainha foi enterrada em seu túmulo. Será que Zach concorda em participar de uma última aventura?

Holly Black escreveu um livro muito interessante sobre o crescer. Qual o ponto exato que deixamos de ser crianças e nos tornamos adolescentes? Os três amigos estão em momentos bem diferentes desse "crescer", e podemos observar claramente essa diferença entre eles. Um que está sendo forçado, outro caminhando de forma natural, e outro que não quer mudar. Temos um foco maior na história do Zach, sua relação com seu pai, e seu desafio em compreender essas mudanças.

A imaginação das crianças foi uma parte que gostei bastante, pela criatividade que a autora acentuou neles. Cada aspecto de suas vidas estavam refletidas nas histórias de seus personagens, como, por exemplo, o pirata criado por Zach, buscando pelo pai que nunca conheceu. E cada parte desse mundo de faz-de-conta com sua ponta de mundo real, onde o ferro-velho da cidade se transforma em montanhas de metal.

Uma leitura leve, com pitadas de reflexões sobre o amadurecimento. Precisamos deixar de fazer o que gostamos para crescermos?

0 Comments:

Postar um comentário